O Alfabeto Trapalhão

Editado pela Editora GATAfunho, “O Alfabeto trapalhão”, com texto de Lurdes Breda e ilustrações de Rute Reimão, é uma obra de poesia direccionada para crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico. Através de rimas cheias de nonsense, todas as letras do alfabeto se juntam, para formarem palavras, mostrando como isso pode ser estimulante e divertido. As histórias nascem assim, letra a letra, e a imaginação não tem limites… Por isso, pelas páginas deste “Alfabeto Trapalhão” podem descobrir-se: um B com duas barrigas, um dinossauro que cai, redondo, no chão, um hipopótamo sonolento, um I com os cabelos em pé, um palhaço trapalhão, um N que faz o pino, um pinguim pateta, um soldadinho a marchar, um S a assobiar, um cowboy que faz parapente, um Z a ziguezaguear e muitas outras personagens engraçadas, em ilustrações cheias de cor e fantasia. As mãos da Rute misturaram retalhos de cartas com comboios de sonhos, cartões e cartolinas com sorrisos de alegria, papéis velhos e novos com montanhas de ideias, tesoura e cola com muita brincadeira, e tintas e lápis coloridos com nuvens de magia…

“O Alfabeto Trapalhão” foi um dos livros incluído na lista “100 livros para o futuro”, selecionado pela Direção Geral do Livro e das Bibliotecas (DGLB) para estar no Pavilhão de Portugal, país convidado em 2012, na Feira do Livro Infantil de Bolonha, em Itália. E é, nas categorias de “Pré-Leitores” e “Leitores Iniciais”, um dos livros aconselhados pela “Casa da Leitura” da Fundação Calouste Gulbenkian. É, ainda, um dos livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura, 1º ano, leitura orientada.

Voltar