Lurdes Breda é autora de dezanove obras e coautora de outras onze, editadas em Portugal, no Brasil e em Moçambique. É conhecida, sobretudo, como escritora de livros para crianças e jovens.

O seu livro “O Alfabeto Trapalhão” é um dos livros aconselhados pela “Casa da Leitura” da Fundação Calouste Gulbenkian e foi um dos livros selecionados pela Direção Geral do Livro e das Bibliotecas para estar no Pavilhão de Portugal, país convidado em 2012, na Feira do Livro Infantil de Bolonha, em Itália.

Ainda em 2012, esteve presente como escritora convidada na “I Mostra de Literatura Infanto-Juvenil de Maputo”, em Moçambique.

É membro da Confraria Cultural Brasil-Portugal, sócia do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora, do Grupo Poético de Aveiro e da Amigos do Concelho de Avis – Associação Cultural.

Foi premiada em vários certames literários nacionais e internacionais. Em 2005 foi distinguida com o Prémio “Mulheres de Valor” e em 2014 recebeu a Medalha de Mérito Municipal Cultural.

Coorganiza, com a Biblioteca Municipal Afonso Duarte de Montemor-o-Velho, a rubrica “Conversas com sabor a canela” e coordena, com a mesma instituição e com o Município de Montemor-o-Velho, o evento internacional “Munda Lusófono – Encontro Literário de Montemor-o-Velho”.

Participa em atividades que visam a integração da pessoa com deficiência na sociedade e a promoção do livro e da leitura, em escolas e bibliotecas de todo o país. Colabora em revistas e em jornais de âmbito nacional e regional.